domingo, 20 de setembro de 2009


passo por passo
passo por você
no compasso do passo
me disfarço em prazer
me despedaço em te ver
caminhar passo a passo
vestido ao vento
tempo de aço
laço desfeito
voando lento
e a saudade que mora
nesse firmamento
que em tudo é vento
ventania voraz
verbo mudo
mundo verso
que me traz
a vida!


“ anerom edaduas a ovel ós...
...anep a elav euq odut é ”


Texto e Foto: Luian Damasceno

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Poderia até pensar que foi tudo um sonho
    Ponho meu sapato novo e vou passear
    Sozinho, como der, vou até a beira
    Besteira qualquer nem choro mais

    ResponderExcluir
  3. pega os teus pedaços e te vai. deixa o vento te beijar o rosto.(só se vive a vida através dela e de tudo que ela oferece, incluindo sentimentos, ou a falta deles)

    ResponderExcluir
  4. E sinto o vento. Como é bom sentir ele entre os dedos. Do mesmo jeito como sinto os que passam por minha vida.

    ResponderExcluir